Facebook
LOVE LAYERS, 2006 – Centro Cultural do Alumínio

LOVE LAYERS, 2006
Vários estágios de moldagem da matriz Plexus
01 escultura em alumínio -120x20x10 cm
02 esculturas em alumínio -150x20x10 cm
Maria Bonomi
Gravadora, escultora, pintora, muralista, curadora, figurinista, cenógrafa, professora. Maria Bonomi vem para o Brasil em 1946, fixando-se em São Paulo. Estuda pintura e desenho com Yolanda Mohalyi (1909-1978), em 1951, e com Karl Plattner (1919-1989), em 1953. No ano seguinte, inicia-se em gravura com Lívio Abramo (1903-1992). Realiza a sua primeira individual em São Paulo, em 1956. A partir dos anos 1970, passa a dedicar-se também às esculturas em concreto e metal. Produz painéis de grandes proporções para espaços públicos. Em 1999, defende a tese de doutorado intitulada Arte Pública. Sistema Expressivo/Anterioridade, na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo – ECA/USP.

Em 2006, reproduz em alumínio o painel Eroscopia para nova residência de Haron Cohen. Realiza a escultura Floresta Navegante, em concreto armado, para o Parque José Ermírio de Moraes Filho, em Curitiba. Ainda em 2006, cria os relevos Love Layers, obras que possibilitam a suspensão em tetos como móbiles sonoros ou em outros ambientes em que eles se integrarão.