Facebook
Luiz Sacilotto, o gesto da razão – Centro Cultural do Alumínio

Novas reflexões sobre o método de corte e dobra

Nove artistas expõem suas criações a partir de imersão criativa com técnica desenvolvida por Luiz Sacilotto 

Depois de uma palestra e de uma oficina, o projeto Luiz Sacilotto, o gesto da razão chega a seu ápice, com a exposição de obras que são resultado da imersão criativa de nove artistas que participaram da oficina sobre corte e dobra de alumínio, técnica de esculpir revolucionária desenvolvida por Sacilotto na década de 1950.

O resultado dessa oficina pode ser visto no CCAL, a partir de 16 de abril. São obras produzidas em chapas de alumínio, cada uma respeitando as características individuais dos artistas, depois de instigados com a técnica de Sacilotto.

Segundo Saulo Di Tarso, curador, artista visual e responsável pelo projeto, “não houve uma releitura e sim a vivência de um workshop que dispôs aos participantes a linguagem do corte e dobra como técnica universal da escultura”.

Assim, enquanto para alguns artistas a opção escolhida foi imergir no método de projetar, cortar e dobrar a linguagem geométrica; para outros o embate contra o método foi mais importante, saindo da escultura e caminhando de volta à pintura. E houve aqueles que utilizaram a nova técnica de esculpir como complementaridade aos seus habituais processos criativos.

Para o curador, a multiplicidade de obras que nasceram dessa oficina comprova a eficácia do método escultórico criado por Sacilotto como inspiração. “Isso mostra que a genialidade de Luiz Sacilotto encontra universalmente a mutação da linguagem da escultura para além daquilo que ele mesmo criou enquanto artista concreto ampliando as possibilidades da escultura na percepção, no espaço e no tempo de maneira livre e diferente do rigor percebido na Arte Concreta”, define Di Tarso.

Participaram da oficina: Ângela Ferrara, Fabrício de Petta Barbosa, Guilherme Gallé, Julia Rotter, Mafê De Biaggi, Marianne Farah Arnone, Marcelo Theodoro, Regis Ribeiro e Roberto Keppler.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Incentivo Cultural:  A exposição “Luiz Sacilotto, o gesto da razão” fica aberta ao público de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h no CCAL, até 05 de maio com entrada franca. Este projeto integra o plano de manutenção do Centro Cultural do Alumínio – uma realização do Ministério da Cultura (Lei Rouanet de Incentivo à Cultura) e Quattro Projetos e que conta com o patrocínio das empresas CBA, Hydro e Novelis. As oficinas também receberam o apoio da Shock Metais, que forneceu as chapas de alumínio, e da PD Studio Arquitetura e Design, que fez o corte das obras.